quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Vamos à academia do Senhor?

Izidro, do Karapuça.com

Eu sempre odiei algumas situações que acontecem num culto evangélico. Quando vou a uma reunião sempre fico com o pé atrás com o ministro de louvor.  Tem gente que diz que é implicância minha, mas eu não consigo! È mais forte do que eu.

Você já prestou atenção no ministro de louvor da sua igreja? Geralmente o cara tem que ter expressão de alegria no rosto! Saca comercial de margarina? E manda logo um “Somos o povo mais feliz da terra!”, peraí e se eu não estiver feliz hoje? É meu direito não estar! Não posso?!

Um amigão meu é ministro de louvor e tem a mania de perguntar assim: “Você está feliz nesta noite?”, por sorte nunca responderam pra ele lá do fundo da igreja: - Nããããããããooooo!!!!!  Tipo aqueles programas de TV que o apresentador pergunta pra pessoa você troca um grão de arroz por este carro importado? Nããããããããooooo!!!!! Mas tenho que fazer uma confissão, eu queria muito ter feito isso. Quem sabe um dia...

Outra situação que os ministros de louvor fazem que odeio é a fatídica frase: “Olhe para seu irmão ao lado e diga: - Eu te amo em Jesus!”. Meu Deus! Eu quero fugir da igreja quando isso acontece. É constrangedor. Eu olho pra pessoa e penso: “Eu não amo esse cara! Eu não amo esse cara!” Eu nunca vi esse sujeito antes! O ministro está me induzindo a mentir! Isso não é papel que se preste, “ministrão”! Amar envolve relação, conviver com a pessoa, descobrir alguma afinidade. Eu sei que existe amor à primeira vista, mas aí já é demais!

Mas a campeã é o que eu chamo de "aula aeróbica de Jesus"! Você com toda certeza já participou disso. Quer ver?!
O ministro ta lá na frente cantando e começa assim:
- Levante suas mãos e adore!
- Cumprimente o seu irmão da direita! Agora o da esquerda!
- Levanta a mão de novo e canta comigo!
- Ajoelhe-se e ore comigo assim...
- Coloque-se de pé e vamos adorar o Senhor!
- Levanta a mãozinha de novo e tira o pé do chão!
- Senta e levanta! Levanta e santa!
Meu Deus, será que eu errei a porta?! Eu tô na igreja ou numa academia?
Quando vem a pregação, eu só agüento se tiver um Gatorade pra ajudar!

Mesmo assim, parafraseando o salmista, eu tenho que dizer:
“Alegrei-me quando me disseram: Vamos à academia do Senhor!”
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...