sábado, 9 de julho de 2011

Morre a pequena Ana Luiza


A pequena Ana Luiza, que completaria oito anos de idade este mês, faleceu, às 21h de hoje, no hospital HC Camargo, em São Paulo, vítima de um tipo raro de câncer: rabdomiossarcoma. A menina lutava desde setembro do ano passado contra a doença e mobilizou uma legião de fãs nas redes sociais.
A história da garota alegre nascida em Manaus começou a se transformar em 18 de setembro de 2010, quando a mesma acordou com náuseas e sentindo-se mal. Após algumas consultas que não diagnosticaram a causa do mal-estar, a menina foi medicada, mas reclamava à mãe que tinha problemas de visão. Exames mais detalhados, dessa vez de sangue e uma ressonância, apontaram, em 21 de setembro de 2010, uma “extensa lesão expansiva infiltrativa na base do crânio”, que, segundo os especialistas, podia se tratar de um linfoma ou um rabdomiossarcoma.
Com a confirmação do tipo raro da doença, a menina ficou internada em uma unidade hospitalar de Manaus e, em seguida, foi transferida, após indicação médica, em um avião UTI (Unidade de Tratamento Intensivo), para São Paulo, onde permaneceu até os últimos momentos. “Ter um filho com câncer desarma qualquer guerreiro. Ante a possibilidade de perder um ser humano que é a razão da sua vida, você enfraquece. O medo paralisa e no mesmo instante, você pensa em entregar seu corpo pra ser sacrificado no lugar do seu filho”, disse a mãe, Carolina Coelho, em seu microblog na internet, criado especialmente para informar amigos e familiares periodicamente sobre o estado de saúde da menina.
Cateterismo, sessões de quimioterapia, queda do cabelo e a perda de vários quilos deixaram Ana Luiza debilitada, segundo informa a mãe da menina no blog (vidanormal.blogspot), Carolina Coelho. Nas fotos postadas pela família na internet, uma sequência mostra todo o efeito da medicação e a transformação da pequena, que chegou a passar pela UTI e voltar à consciência no mesmo mês.

Cirurgia
No dia 1º de junho, Ana Luiza foi submetida a um procedimento cirúrgico realizado por uma equipe multidisciplinar no HC Camargo. “E a cirurgia aconteceu hoje, 18/01/11, às 18h. Agora são 23h50 e vi agora pouco um post no twitter informando que já acabou e com a graça de Deus foi um sucesso”, disse uma amiga da família também na internet.
Contudo, as esperanças de cura ficaram escassas quando o padrasto, Marcos Varella, revelou em entrevista, dia 30 de junho, nove meses após o início do tratamento, que Ana Luiza não reagia mais aos medicamentos. Ela estava em coma. Dia 1º, uma notícia de melhora. A pequena voltara à consciência, “sem nenhuma intercorrência”.
A maioria das informações sobre o estado de saúde de Ana Luiza foi passada via internet, assim como a notícia de sua morte, dada pelo padrasto Marcos Varella, por volta das 21h de hoje, via twitter: “Se foi. Meu anjinho está no céu. Que Deus a receba de braços abertos”. A equipe de acrítica.com tentou contato com a mãe e amigos da família, mas não obteve sucesso até às 22h de hoje.
***
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...