sábado, 26 de janeiro de 2013

A Igreja e o mundanismo

Gabriel Tardin

A lição do profeta Elias, a apostasia do Rei Acabe e a imoralidade de Jezabel trazem sólidas lições para os cristãos da atualidade.
Tivesse o Rei Acabe depositado sua confiança unicamente no Deus Eterno, seu reino seria uma fonte de luz para todos os povos. Entretanto, abraçou as alianças pagãs, direcionando suas forças ao culto de deuses estranhos, ao invés do sagrado culto de Jeová. Não obstante a escancarada apostasia, o Rei casou-se com Jezabel, mulher rude, arrogante e de espírito inflamado, que trouxe ainda mais opróbrio e idolatria ao povo. Porém, o Eterno não passou por alto as maldades de Israel e seus líderes, logo trouxe a voz da advertência por meio do profeta Elias, um simples homem, mas rico em valores e poder do alto. Este homem anunciou a Acabe, Jezabel e todo o Israel que os juízos de Jeová não tardariam, e não haveria mais chuva naquele local, até segunda ordem. Assim foi. Durante anos permaneceram sem chuva; o gado morreu, pais e filhos sofriam, e, nem que gritassem, urrassem e sacrificassem a Baal, poderiam novamente ver as águas dos céus.
Neste momento, poderiam todos terem-se curvado ao Rei do Universo, confessado seus pecados e alcançado misericórdia, mas nada feito. Antes rebelaram-se, mataram os profetas de Deus e receberam a devida paga: Acabe perdeu o seu reino e a sua vida, Jezabel caiu de uma janela e foi lambida pelos cães, comida pelas aves e o povo caindo de pecado em pecado, até que alcançasse misericórdia.
Hoje, os erros de Acabe, Jezabel e o povo israelita têm alcançado espaço entre muitos, inclusive os cristãos. Muitos têm se rebelado e esquecido do verdadeiro culto temeroso e reverente a Jeová. Voltam suas mentes para o dinheiro, a fama, os talentos e a ostentação mundana, enquanto deveriam estar rendidos aos pés do Deus de toda vida. Estes não aceitam repreensão, ignoram a voz da profecia, atropelam os divinos mandamentos, mas sua conduta será a regra para o seu próprio fim. A menos que atendam à voz de Deus, serão consumidos por sua própria idolatria.
Tolerar a mundanidade e arrogância de Jezabel, a fraqueza e vulnerabilidade de Acabe ou a ignorância dos israelitas é atrair para si os juízos e castigos do Senhor; mas aqueles que buscarem o celestial, implacável, e consistente espírito de Elias, serão guardados e honrados pelo próprio Grande, único e Soberano Deus.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...