domingo, 14 de agosto de 2011

Mensagem a pais e filhos

Graça e Paz, pessoas amigas!

Neste dia em que é comemorado o Dia dos Pais, quero apenas deixar aqui minhas sinceras felicitações a todos os homens que têm (ou tiveram) filhos. E, aproveitando, uma pequenina meditação.
Muitos filhos têm relações conturbadas com seus pais e não se aproximam deles, não dão o braço a torcer.
Muitos pais maltratam seus filhos de alguma maneira que "mata" o sentimento no coração destes.
Muitas famílias há por aí totalmente destruídas, com o pai sozinho educando (ou tentando educar) sua prole.
Há até pais com 15 anos de idade - crianças gerando crianças!
Sabemos que o apelo da mídia para o consumismo faz com que, a cada 2º domingo do mês de agosto, pessoas adquirem presentes para seus genitores - alguns o fazem até por obrigação, para não "deixar em branco". O Dia dos Pais por vezes se torna um dia de comprar algo pro "velho". Não é verdade?
Bom...
Lemos, na Palavra de Deus, no evangelho de Lucas 15:11-32, uma história bela de reconciliação entre pai e filho. Claro que ali há o simbolismo  do reencontro entre Deus e o ser humano rebelde, porém esta parábola é encantadora. Vemos a rebeldia e conseqüente sofrimento do filho mais novo, a tristeza do pai, sua busca, sua persistente esperança e, enfim, o maravilhoso momento em que este filho pródigo retorna e recebe o amor e perdão imediatos do seu pai.
Amigos leitores, vejam bem. Amor de pai não se substitui. Não teremos nosso "velho" para sempre. Muitas pessoas há que, hoje, curtem dores profundas na alma, por causa de problemas não-resolvidos com o pai. Da mesma forma, há pais que magoam ao extremo os seus filhos e não admitem que devam pedir-lhes perdão.
Quer um conselho de amiga? Corra pro seu pai o mais rápido possível, filho. Você, pai, faça o mesmo. Não espere para amanhã!
Não deixe de ser feliz por ceder e pedir perdão, reconhecer que errou. Não há humilhação nenhuma nisso. A delícia de poder viver bem com o nosso pai (e vice-versa), contando com seu amor e devoção, supera quaisquer abacaxis que venhamos a engolir!
O Quinto Mandamento da Lei de Deus ordena aos filhos honrarem seu pai e sua mãe para que possam viver muito tempo (Êxodo 20:12). O apóstolo Paulo ordena aos pais que não irritem nem maltratem seus filhos (Efésios 5:4). O perdão é dádiva divina - a reconstrução de laços traz alegria na alma - o amor entre pai e filho agrada ao Senhor.

Este vídeo é uma composição da cantora Vanilda Bordieri em memória de seu pai, já falecido. Vale a pena ouvir. É emocionante.


Vou aproveitar aqui para deixar o meu abraço ao meu querido pai, o Pastor Renilton Santos, por todo o carinho que ele e sua esposa, a Tia Mary, me dão. Este abraço também vai para o irmão Geraldo Mendes, que me trata como sua filha e mostra realmente que se importa comigo.


Feliz Dia dos Pais a todos!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...